Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Dezembro 2018
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
 
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
 
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Onde observar > São Miguel
imprimir

São Miguel
São Miguel é a maior ilha dos Açores e apresenta uma grande variedade de habitats que incluem lagoas, pastagens, turfeiras, florestas (nativas e exóticas), campos agrícolas e zonas costeiras (falésias, praias e portos). A ilha é sobejamente conhecida a nível ornitológico pela presença do priolo, uma ave endémica da parte nordeste da ilha, a serra da Tronqueira onde ainda existem manchas de floresta laurissilva. Aconselhamos uma visita ao Centro Ambiental do Priolo para mais informação sobre a espécie e a sua conservação. Alguns dos locais de observação estão incluídos no Parque Natural da ilha de São Miguel
A nível da avifauna residente, o elenco de espécies da ilha não é muito diferente do da maioria das outras ilhas açorianas, com a predominância de espécies como a águia-d’asa-redonda (ou “milhafre”), o pombo-trocaz, a alvéola-cinzenta, o melro, a toutinegra-de-barrete-preto, o pisco-de-peito-ruivo, a estrelinha-de-poupa, o estorninho-malhado, o tentilhão e o canário-da-terra. A maioria destas aves pertencem a subespécies endémicas do arquipélago
As principais espécies de aves marinhas nidificantes são a cagarra e o pintainho. 
A presença de visitantes de regiões paleárticas mais a norte é um dos grandes atrativos para os observadores de aves nos Açores, sobretudo no período de migração pós-nupcial. Em relação às aves aquáticas, espécies comuns na Europa continental como a rola-do-mar, o pilrito-das-praias e o maçarico-galego são presença assídua em São Miguel, mas algumas raridades de origem americana são também regulares nesta altura, como o pilrito-de-sobre-branco, o pilrito-de-colete, a batuíra-de-bando, a piadeira americana, o marreco-d’asa-azul ou o caturro. 


Municípios: Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo

Ficha técnica IBA: Mosteiros-Bretanha; Feteiras; Ponta do Cintrão; Pico da Vara; Faial da Terra e Ponta do Arnel






Locais de interesse

  • Nordeste/Tronqueira - o melhor local para observar o priolo. Também um local interessante para avistar algumas das espécies residentes mais comuns na ilha
  • Planalto dos Graminhais - área de turfeira, e um dos melhores locais para observar a narceja-de-wilson, ou passeriformes migradores como a escrevedeira-das-neves 
  • Lagoa das Furnas - um dos melhores locais para procurar limícolas ou patos migradores 
  • Lagoa das Sete Cidades (Lagoa Verde e Lagoa Azul) - talvez o melhor local para procurar patos e limícolas migradores, ou outros migradores mais irregulares como o mergulhão-caçador
  • Mosteiros - área intertidal rochosa, pode produzir migradores interessantes, como limícolas e passeriformes
  • Porto de Ponta Delgada - o melhor local da ilha para observação de gaivotas, onde podem também ocorrer limícolas ou garças


View São Miguel in a larger map









voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com