Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Dezembro 2018
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
 
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
 
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Onde observar > Flores
imprimir

Flores
As Flores são a maior ilha do grupo ocidental, grupo que fica a sensivelmente meio-caminho entre a Europa e a América do Norte. A ilha apresenta uma costa bastante escarpada, floresta densa (com grande abundância de espécies exóticas), pastagens e campos agrícolas, e um planalto central com várias lagoas. O número de espécies residentes é menor nas Flores do que na maioria das restantes ilhas Açorianas, notando-se a ausência da águia-d’asa-redonda (ou “milhafre”) e do pisco-de-peito-ruivo. 
Em relação às aves marinhas, a cagarra é muito abundante, e nidificam nas Flores também o pintainho, o fura-bucho-do-atlântico (ou estapagado), o garajau-comum e o garajau-rosado. 
Alguns dos melhores locais para observação de aves na ilha encontram-se abrangidos pelo Parque Natural da ilha das Flores
No entanto, devido à sua proximidade com o continente americano, o grande atrativo da observação de aves na ilha das Flores é a presença de visitantes neárticos, muitos deles autênticas raridades em território Europeu. Existe uma pequena população de pato-escuro nos lagos do planalto central. Outros patos, garças, limícolas, gaivotas e passeriformes americanos ocorrem regularmente na ilha, principalmente no outono. Devido à localização remota das Flores, este fenómeno só foi recentemente descoberto pelos observadores de aves, e nos últimos anos a lista de raridades para a ilha registado um crescimento elevado, assim como o número de observadores que visitam a ilha. 
Algumas das raridades observadas nos últimos anos incluem, apenas para dar alguns exemplos: o mergulhão-caçador, o pilrito-anão, o pilrito-de-bico-fino, o papa-lagarta-norte-americano, a coruja-das-neves, o juruviara-norte-americano, o realejo ou a triste-pia.

Municípios: Lajes das Flores, Santa Cruz das Flores

Ficha técnica IBA: Costa das Flores





Locais de interesse

  • Fajã Grande - O ponto mais ocidental da Europa; local de ocorrência de várias espécies neárticas 
  • Lagoas - Seca, Comprida, Branca, Negra, Funda, Rasa, dos Patos; Estas lagoas constituem uma das maiores atrações naturais da ilha e são um bom local para observar migradores como patos, ou limícolas. Existe um observatório na Lagoa Branca.  
  • Ponta Delgada/Ponta do Albernaz - Um dos melhores locais para procurar passeriformes ou limícolas migradores.
  • Porto das Lajes - Área costeira interessante para limícolas ou garças


View Flores in a larger map









voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com