Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Dezembro 2018
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
 
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
 
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Onde observar > Castro Verde e Mértola
imprimir

Castro Verde e Mértola
As planícies da zona de Castro Verde são uma ampla área de terreno aberto e campos agrícolas no Alentejo central, conhecidos pela sua diversidade e abundância de aves “estepárias”. A área alberga uma população considerável de abetarda, assim como importantes populações de sisão, francelho, rolieiro e calhandra-real. O cortiçol-de-barriga-preta também ocorre, mas de forma mais dispersa, sendo mais difícil de observar. A águia-imperial tem nidificado na área nos últimos anos, e pode ser avistada com regularidade. Outras grandes aves planadoras de ocorrência escassa a nível nacional como a águia-perdigueira, a águia-real, o grifo e o abutre-preto podem ser vistas com regularidade, apesar de não muito abundantes. A águia-caçadeira, a águia-cobreira e a águia-calçada estão também presentes na época de nidificação. 
Espécies como o abelharuco, a calhandrinha, o chasco-ruivo e o papa-figos estão bem distribuídas na zona. O escasso solitário pode ser encontrado, principalmente ao longo das ribeiras. 
Durante o inverno, o sisão forma bandos numerosos, assim como o abibe e a tarambola-dourada. Esta é também uma das poucas áreas em Portugal onde se pode observar o grou. 
Uma das maneiras de começar a explorar a área, passa por uma vista ao centro de educação ambiental do Vale Gonçalinho. Este centro é gerido pela LPN - Liga para Protecção da Natureza, uma ONG que trabalha em diversos projectos de conservação e gestão de habitat a nível local. 
A área envolvente da vila de Mértola, banhada pelo rio Guadiana, é outra área de grande interesse ornitológico. A maioria das aves de planície encontradas na região vizinha de Castro Verde, podem também ser aqui observadas. Um dos locais a explorar é o das “Minas de São Domingos”, um complexo mineiro abandonado, com uma paisagem singular, e onde o raro andorinhão-cafre pode por vezes ser visto durante o verão.

Municípios: Aljustrel, Almodôvar, Beja, Castro Verde, Mértola e Ourique

Ficha técnica IBA:
saiba mais




Locais de interesse


View Casro Verde in a larger map









voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com