Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

Dezembro 2018
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
 
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 
 
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Onde observar > Berlengas e Cabo Carvoeiro
imprimir

Berlengas e Cabo Carvoeiro
O arquipélago das Berlengas alberga as únicas colónias de aves marinhas pelágicas ao largo de Portugal continental. O arquipélago consiste numa ilha principal (Berlenga) com alguns ilhéus adjacentes, e dois outros grupos de ilhas (Estelas e Farilhões). Cinco espécies de aves marinhas criam nas Berlengas - a cagarra, o roque-de-castro (unicamente nos Farilhões), a galheta (a maioria da população nacional), a gaivota-de-patas-amarelas e a gaivota-d'asa-escura. O airo foi em tempos uma espécie abundante nas Berlengas (6000 casais em 1939), encontrando-se hoje em dia virtualmente extinto como nidificante no arquipélago (e no país).
A ilha da Berlenga pode ser um local interessante para visitar durante a altura da migração pós-nupcial, pois algumas aves perdidas procuram refúgio na ilha, e podem ser facilmente detetadas devido à ausência de árvores e vegetação densa. O planalto do farol, as arribas protegidas dos ventos dominantes e a figueira situada na praia são alguns dos melhores locais para os procurar. Migradores mais escassos ou raros já foram detetados na ilha, como o borrelho-ruivo, a felosa-listada e a escrevedeira-da-lapónia. O rabirruivo-preto e o falcão-peregrino são as únicas espécies de aves terrestres residentes na ilha da Berlenga. O arquipélago das Berlengas encontra-se classificado com Reserva Natural
Existem transportes regulares para a Berlenga desde maio a setembro, através de empresas marítimo-turísticas que partem do porto de Peniche (45 min. de viagem). A ilha poderá ser visitada ocasionalmente na época baixa, se existirem marítimo-turísticas a funcionar. 
No continente, a zona envolvente de Peniche é também uma área interessante para a observação de aves. O Cabo Carvoeiro é um dos melhores locais do país para a observação de aves marinhas a partir de terra. O Molho Leste e o porto de pesca de Peniche podem ser locais interessantes para procurar gaivotas e outros visitantes de inverno mais escassos, como a mobelha-grande, o pilrito-escuro e a petinha-marítima. Perto da localidade de Atouguia da Baleia, existe uma ETAR que pode ser um local interessante para procurar algumas aves aquáticas como patos e garajaus, especialmente durante as épocas migratórias.

Municípios: Peniche

Ficha técnica IBA: saiba mais




Sítios de interesse


View Berlengas in a larger map









voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com